Novas bombas de líquidos podem trabalhar com até 70% de sólidos.

A Itubombas anunciou o lançamento de uma linha de motobombas submersíveis para dragagem, que se destacam por sua capacidade de bombeamento de fluidos com até 70% de sólidos. Estas motobombas que aparecem justo numa época em que muitos projetos portuários incluem grandes dragagens de calado são feitas para trabalhar em condições severas. Elas têm motores elétricos com fator de serviço de 1.35 e podem bombear partículas sólidas com até 120 mm de diâmetro.

As motobombas estão equipadas com um agitador patenteado, que ao ser conectado à ponte do eixo da bomba, permite colocar os sólidos em suspensão e auxilia na remoção de grandes quantidades de sedimentos do fundo dos corpos hídricos, como lama e argila, entre outros. “Bombear líquidos com sólidos é uma aplicação desafiadora, que exige soluções robustas, capazes de operar em diferentes profundidades. Por isso, nossa linha de motobombas submersíveis para dragagem pode alcançar os 30 metros de profundidade, com caudal de até 400 m³/h”, afirmou Rodrigo Law, diretor da Itubombas.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters