A contribuição da China para a infraestrutura latino-americana vem aumentando muito. Segundo o documento Monitor da Infraestrutura Chinesa na América Latina e Caribe 2020, elaborado por Enrique Dussel Peters, da rede ALC-China, o país asiático investiu US$ 76,86 bilhões entre 2005 e 2019, em 86 projetos.

Grafico inversiones chinas en Latam

O autor destaca em seu informe uma série de aspectos, como o forte aumento no número de projetos, os montantes e os empregos gerados para os períodos de 2005-2009, 2010-2014 e 2015-2019, respectivamente. Por exemplo, os investimentos para estes três períodos aumentaram de US$ 1,08 bilhão para US$ 21,04 bilhões e US$ 54,73 bilhões para os respectivos períodos.

Grafico inversiones chinas en Latam 2

Dos investimentos totais do período de 2005-2019, destacam-se os desembolsos na Argentina, país que representa quase 40% do montante total, com quase US$ 30,61 bilhões. Em segundo lugar vem o Equador, com US$ 9,26 bilhões e em terceiro lugar está o Peru, com US$ 7,46 bilhões. Em conjunto, estes três países foram o destino de mais de 61% dos investimentos em infraestruturas chinesas.

Para o período completo, os projetos em energia e transporte representaram 61 em relação ao total (70,9%) e US$ 68 bilhões do total investido (88,4% do total). A importância deste setor se faz ainda mais clara se se considera que no período 2005-2009 100% dos projetos em que a China investiu na região foram em energia.

Mas o autor adverte que, “reconhecendo a proeminência dos projetos da China em energia e transporte, a extensão e crescimento dos projetos entre 2015 e 2019 também geraram uma importante diversificação em comparação com períodos anteriores”.

Grafico inversiones chinas en Latam 1

“Embora se perceba uma crescente diversificação dos projetos de infraestrutura da China na América Latina e Caribe – por países, setores, propriedade e empresas – durante 2005-2019 prevalece a estrutura de projetos em um grupo relativamente pequeno de países e setores sob a ‘onipresença’ do setor público das empresas chinesas. Não obstante isto, é importante reconhecer a crescente importância de regiões como a América Central e o Caribe, setores como telecomunicações e portos, assim como o início de empresas privadas chinesas na realização de projetos de infraestrutura”, afirma Dussel.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters