Após um problema contratual entre a Hyundai e o governo chileno em relação à construção da ponte Chacao, no sul do país, a empresa que lidera o consórcio CPC informou em comunicado que “em linha com as declarações do presidente Sebastián Piñera em 13 de fevereiro, o senhor Ji Sang Ju, vice-presidente da Divisão de Infraestrutura e Meio Ambiente da Hyundai Engineering & Construction, informou que o MOP e o consórcio chegaram a um acordo para resolver a disputa e focar na conclusão do projeto”.

A empresa afirmou também que “este acordo requer que a Hyundai renuncie a vários de seus direitos a fim de fazer valer o compromisso e mitigar as perdas que até agora sofreu, o que demonstra seu compromisso com o Chile e com o projeto Chacao”.

O acordo ainda deve ser formalizado por escrito e depois aprovado pela Controladoria do país, o que deve acontecer ainda em fevereiro.

O consórcio CPC ganhou a concorrência pela obra em 2013. O projeto unirá com uma ponte o Chile continental com o arquipélago de Chiloé.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters