Empresa usa imagens 360 para aumentar a produtividade do setor.

Hensel Phelps está utilizando HoloBuilder en la construcción del Terminal uno del Aeropuerto de San Francisco, en Estados Unidos.

Embora a construção seja um dos maiores setores econômicos do mundo, vive um grande problema: sua produtividade está estagnada.

Segundo estudo da McKinsey, a indústria tem uma taxa de crescimento de produtividade menor a 1% em comparação ao 2,8% médio mundial, revelando ser uma indústria que tarda em adotar novas tecnologias e sistemas, inovações que poderiam aumentar seu valor total em US$ 1,6 trilhão.

Para oferecer uma alternativa, a empresa HoloBuilder está apostando na inovação tecnológica e digitalização através de fotografias. Ela introduz na fotografia de 360 graus e o machine learning na indústria, a fim de facilitar a documentação fotográfica da obra e assim reduzir o número de visitas necessárias para administrar o progresso do trabalho, e conectando numa mesma plataforma projetistas, construtores e investidores.

Laia Esteban, executiva da companhia, exemplifica as vantagens do sistema comentando a experiência da Helsen Phelps, construtora que empregou o sistema Holo Builder na obra do Terminal 1 do Aeroporto Internacional de San Francisco, nos EUA, onde graças a esta tecnologia se economizaram mais de 5.300 horas em fotografia.

A Holo Builder tem já clientes no México, Chile e Peru, e está em busca de aumentar sua presença na região.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters