FIT CONCRETO

A concreteira do Grupo RCO SITI, que fica na cidade de Tambaú, interior de São Paulo, vem se destacando por propor uma metodologia de trabalho intensiva em tecnologias que permitem reduzir a dependência de mão de obra e aumentar a produtividade.

A FIT Concreto implementou uma série de inovações interessantes para o setor de concreto usinado. Uma delas é que o operador da carregadeira é o gestor da produção. Através de um tablet e da conexão à internet, ele comanda a central de concreto, além de alimentar as caixas de agregado.

O traço do concreto já está pré-definido no sistema da concreteiras, bastando que o operador o selecione no tablet. E o momento de iniciar as bateladas é coordenado com os avisos que lhe chegam por internet, dizendo quando a betoneira voltará ao pátio da central para uma nova carga.

Os restos da carga de concreto que chegam no balão da betoneira são reciclados. A água é reutilizada e os finos que permanecem depois da decantação da água são destinados para a prefeitura municipal, que os utiliza como base para serviços de pavimentação.

A unidade da FIT Concreto em Tamabú quer ser uma concreteira modelo. Está dimensionada para produzir até 2 mil m3 de concreto usinado por mês, embora hoje opere a 50% da capacidade devido ao ritmo ainda lento da construção. Todos os equipamentos são da marca RCO SITI, empresa manufatureira que tem toda uma linha de centrais de concreto e betoneiras.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters