O consórcio Grupo Via Central, liderado pela espanhola Sacyr Concesiones, fechou um empréstimo sênior de até US$ 855 milhões para financiar a construção de 273 km de ferrovias que unirão a capital Montevidéu com Paso de los Toros, no Uruguai. O investimento demandado pelo projeto é de US$ 1,07 bilhão.

O empréstimo conta com a participação de SMBC, Intesa San Paolo, CAF e CAFAM. Além disso, para o financiamento do projeto, os sócios do consórcio aportam US$ 155 milhões e a administração pública uruguaia contribuiu com US$ 60 milhões.

O consórcio é composto em 40% pela Sacyr; pelas uruguaias Saceem e Berkes em 27% e 6% respectivamente; e pela francesa NGE com 27%.

Construção, operação e manutenção

O projeto compreende desenho, construção, financiamento, recuperação e manutenção por 18 anos da ferrovia.

Esta conexão ferroviária é um ativo essencial para o desenvolvimento do país, já que conecta a fábrica de celulose da finlandesa UPM com o porto de Montevidéu.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters