Duoc UC vem firmando acordos internacionais para aprofundar o tema no seu país.

Desde os anos 90 o Chile começou a utilizar as plataformas BIM, com o objetivo de incorporar maior eficiência ao setor de construção. Tanto é assim que os ministérios de Obras Públicas, Moradia e Urbanismo, e também os de Economia e Fazenda – passarão a exigir o BIM para projetos públicos a partir de 2020, e a obrigação passará a ser válida para o setor privado a partir de 2025.

Porém, o país ainda mostra baixa taxa de utilização do sistema de Building Information Modelling. Por isso, o centro universitário Duoc UC vem incorporando o BIM dentro dos currículos oferecidos. E em razão disso vem recebendo reconhecimentos internacionais, na forma de acordos com instituições de ensino estrangeiras.

Uma delas é a certificação ADDA, dos Estados Unidos. Na Europa, o Zigurat Global Institute of Technology também estabeleceu parceria com a escola chilena, e mais recentemente a Faculdade de Arquitetura e Engenharia da Universidade de Palermo, na Argentina, firmou acordo com a Duoc UC para uma assessoria transversal em sua instituição.

Gonzalo Vergara, diretor de Desenho e Modelamento Arquitetônico e Estrutural do Duoc UC, reconheceu os benefícios para a instituição em manter estes vínculos internacionais, pois o trabalho colaborativo é “uma contribuição para o compartilhamento de experiências e continuidade dos estudos, impactando diretamente a vida dos nossos alunos”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters