Máquina perfuratriz da empresa alemã está fazendo 1.879 pilares de fundação em Bogotá.

Liebherr bogota

A estação de tratamento de esgoto de Bogotá, El Salitre, está em reforma, a fim de contribuir mais para reduzir a poluição do rio Bogotá, reutilizando a água tratada. Nas obras, a empreiteira apostou numa perfuratriz Liebherr LRB 355 para as fundações.

A perfuratriz produz 1.879 pilares de fundação necessários para a ampliação. Ao final, a máquina terá perfurado 62 mil metros lineares. Os pilares de fundação têm um diâmetro de 600mm, e chegam a ter 36 metros de profundidade, em alguns casos. Segundo a Liebherr Colômbia, “a extraordinária potência desta máquina permite que a Botero Ingenieros complete esta fase da obra em tão apenas oito meses”.

A ampliação da planta de El Salitre permitirá reduzir os níveis de poluição para que o rio volte a fluir melhor, e expulse por si mesmo os resíduos menores. Graças à diminuição do impacto ambiental, a água poderá ser reutilizada em atividades como pastagem de gado e outras atividades agrícolas. “É o uso sustentável dos recursos mais valiosos que nos permite evitar o colapso ambiental e assumir nossa responsabilidade com as gerações futuras”, dizem em Botero Ingenieros.

Rejeitos de cerca de dois milhões de habitantes das áreas norte e centro de Bogotá são levados à El Salitre. A ampliação duplicará sua capacidade de tratamento, e devolver ao rio Bogotá água limpa e tratada.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters