planta solar

O Ministério de Energia e Recursos Naturais não Renováveis do Equador lançou uma licitação para o projeto Conolophus, que prevê a construção de uma planta de energia solar de 14,8MW e capacidade de armazenamento elétrico de até 40,9MWh, nas ilhas Galápagos, a fim de reduzir o consumo de diesel para geração de energia nas ilhas de Baltra e Santa Cruz.

A iniciativa já teria atraído o interesse de diversas empresas, e por isso se prevê um processo de licitação amplo. O número de real de participantes será conhecido no dia 31 de julho, data do final da pré-qualificação.

Além disso, a empresa que vencer a concorrência estará encarregada da construção de uma subestação para conectar a central com a linha de interconexão Baltra – Santa Cruz; a implementação do segundo circuito da linha de subtransmissão a 34,5 kV do sistema Baltra – Santa Cruz; a implementação de um sistema de controle de microrrede que garanta a estabilidade do sistema elétrico.

De acordo com o comunicado do Ministério, a execução do projeto Conolophus permitirá reduzir em média 16 mil toneladas de CO2 emitidas por ano, graças à fonte renovável. O projeto é parte da iniciativa Zero Combustíveis Fósseis em Galápagos, com o qual o governo do Equador quer contribuir para proteger as Ilhas Encantadas, que são patrimônio natural da humanidade.

Os documentos do processo são acessíveis através dos links www.recursosyenergia.gob.ec. e http://proyectos.recursosyenergia.gob.ec/conolophus.php.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters