AIC

AIC

A Associação Gremial de Engenheiros Consultores do Chile (AIC) informou em seu relatório Índice da Atividade Econômica da Indústria da Engenharia, referente ao terceiro trimestre de 2016, que a atividade das empresas de engenharia no país caiu 15% entre julho e agosto deste ano em comparação aos mesmos meses de 2015. Também houve queda de 4% em relação ao trimestre anterior.
As atividades pré-investimentos caíram 11% em relação ao mesmo período do ano passado e 3% em comparação ao trimestre anterior, enquanto que a engenharia de detalhes sofreu queda de 41% em relação ao mesmo semestre do ano passado e de 12% em comparação ao trimestre anterior. A gestão da construção e inspeções caiu 5% em comparação ao mesmo período do ano passado e 1% em relação ao período abril-junho deste ano.
“Esses indicadores nos mantem pessimistas em relação ao comportamento da economia durante os próximos meses. As atividades de engenharia, que são anteriores aos grandes investimentos, mostram indicadores negativos. Infelizmente, ainda não há mudanças nessa tendência à queda da atividade, nem no âmbito público, nem no privado. Preocupa, em particular, o nulo efeito que tem tido em nossa atividade os anúncios de acelerar a concreção de investimentos em concessões. Só podemos esperar que no próximo período comecem a refletir-se estas medidas que, até hoje, demostraram ser mais lentas do que o esperado”, assinalou Pedro Inojosa, presidente da AIC.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters