Alanoca adquiriu segundo guindaste Manitowoc só este ano para responder alta na demanda.

A empresa boliviana de transportes e logística Alanoca adquiriu um guindaste todo terreno Grove GMK6300L para pôr a serviço de muitos contratos em execução no seu país nas áreas de energia eólica e plantas de ciclo combinado. Foi o segundo Grove adquirido pela empresa este ano.

manitowoc bolivia

O guindaste Grove na sede da Alanoca.

Com 300 toneladas de capacidade máxima de içamento, o GMK6300L se somará a seu irmão maior GMK6400 na atuação da Alanoca, para dar mais disponibilidade às empreiteiras bolivianas.

Além dos serviços para a indústria eólica, os executivos da Alanoca afirmam que também a indústria cimenteira vem encomendando serviços de içamento pesado nos quais seus guindastes Manitowoc são postos a trabalhar.

“Compramos estes guindastes porque são versáteis, por suas características e porque fazem com que o canteiro de obras seja mais ágil, tal como demandam os empreiteiros bolivianos. Como além das suas qualidades, a Grove sempre deu bons serviços aos nossos clientes, decidimos continuar a trabalhar com esta marca”, disse Roberto Alanoca, porta-voz e herdeiro da empresa.

Gerardo Castillo, gerente da Manitowoc Bolívia, afirma que a tendência de alta nos negócios deve continuar no país. “Deve continuar assim por pelo menos mais cinco anos, especialmente no que se refere aos guindastes todo terreno, porque têm mais capacidade do que os RT”, disse.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters