Na fronteira com Honduras. Atual estrutura provoca esperas de até oito horas na liberação.

Diseño de Eurofinsa para la nueva estación fronteriza.

Arte de como será o posto alfandegário.

A empresa matriz da construtora IBT de Miami, a Eurofinsa, ganhou a licitação para projetar e construir uma estação fronteiriça de US$ 16,7 milhões no norte de El Salvador, a fim de substituir a antiga estação que controla o tráfego comercial na fronteira daquele país com Honduras.

“Com prazer anuncio que a empresa matriz da IBT, Eurofinsa, está participando de um emocionante projeto que se espera que ajude a impulsionar o crescimento econômico na república de El Salvador”, disse Daniel Tolledano, diretor gerente e de operações da IBT.

O posto alfandegário, conhecido como El Amatillo, localizado a cerca de 10 quilômetros da cidade salvadorenha de Padaquina, é conhecido por uma espera de até oito horas para a liberação de produtos. A nova estação será equipada com tecnologias modernas que deverão reduzir a espera a 30 minutos. O sistema digitalizado se conectará com câmeras de vigilância, equipamentos de identificação por radiofrequência, pagamento eletrônico de taxas, uso de inteligência artificial e redes neurais. A nova estação deverá demorar cerca de 20 meses para ser construída.

A nova infraestrutura de fronteira é financiada com capital do governo dos Estados Unidos, através de sua Cooperação para o Desafio do Milênio, cujo propósito é melhorar as oportunidades econômicas em países parceiros. Neste caso, El Salvador.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters