A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) prevê para o setor um crescimento de 3% em 2020. Segundo o presidente da entidade, José Carlos Martins, o potencial de criação de empregos para este cenário varia entre 150 mil e 200 mil postos de trabalho formais ao longo do ano.

Em se confirmando a expectativa, o nível de empregos na construção deverá superar os cerca de 100 mil vagas abertas pela construção em 2019 (número que ainda não é definitivo).

Os segmentos de obras imobiliárias, reformas e autoconstrução continuarão mobilizando a atividade no setor. Já a infraestrutura deverá continuar em um ritmo lento de recuperação, com expectativa de grandes obras apenas em 2021.

De acordo com a CBIC, o futuro do programa Minha Casa Minha Vida é duvidoso, já que pairam incertezas a respeito das decisões do governo federal sobre o projeto. Até aqui, o MCMV é um dos principais pontos de apoio à construção brasileira.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters