Aeroporto de El Dorado deverá aumentar significativamente, com investimento bilionário.

aeropuerto el dorado

A construtora colombiana Odinsa revelou duas iniciativas privadas para melhorar a conectividade e a competitividade do país. São dois projetos aeroportuários ambiciosos. O primeiro deles é para o aeroporto El Dorado, de Bogotá, com investimento previsto de US$ 3,2 bilhões, abrangendo a construção de uma nova pista, a que seria a terceira do aeroporto. Além disso, a empresa prevê ampliar o terminal de passageiros, que passaria de uma superfície total de 240 mil metros quadrados para 400 mil m2.

O investimento para estas obras seriam 100% privados, e permitiriam quase duplicar a capacidade de recepção de aeronaves, de 89 para 170. Assim, o projeto Sistema Aeroportuário de Bogotá SAB 2050 seria uma alternativa para a capital do país.

Além disso, a empresa revelou sua proposta para o aeroporto de Cartagena de Indias. Ali será construído um novo terminal de passageiros, com superfície construída de 70.300 metros quadrados. As projeções da companhia afirmam que, nos próximos anos de operação, o terminal pode dar passagem a 11 milhões de viajantes por ano em 2026.

Se for autorizado, o projeto teria início de obras no ano que vem, segundo a imprensa local. A Odinsa afirmou que “analisamos constantemente diversas oportunidades e projetos que sejam coerentes com nosso enfoque estratégico em rodovias e aeroportos: projetos sustentáveis, de alto impacto, que geram progresso, desenvolvimento e conectividade, e nesta linha, destacamos o desenvolvimento e apresentação de iniciativas que aportam à competitividade do país, porque se pensam e desenvolvem hoje com uma visão de futuro”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters