Ramal ferroviário vai conectar região produtora ao porto de Timbués, na Grande Rosario.

Timbúes

Porto de Timbúes

Na Argentina, foram iniciadas as obras que permitirão conectar o trem Belgrano Cargas com os terminais portuários da Grande Rosário. Trata-se de um novo acesso ferroviário aos portos de Timbúes, para entrar diretamente aos cinco novos terminais agroexportadores.

As obras estão sendo feitas pela empresa Trens Argentinos nos terminais ACA, AGD, Cofco, LCD e Renova del Gran Rosario. O projeto demandará um investimento de cerca de US$ 117,5 milhões, dos quais 70% provirão de fundos privados e o restante do Estado.

Até 2020, se prevê que a capacidade de mobilização de carga do porto passe das 700 mil toneladas para 1,7 milhão de toneladas. Além disso, a chegada do trem implicará uma redução dos gastos logísticos em torno a 30%.

O ministro dos Transportes da Argentina, Guillermo Dietrich, afirmou que “baixar os custos logísticos é um eixo prioritário desta gestão, e um dos compromissos do presidente é com a ferrovia de cargas, abandonada há décadas”. Ele também mencionou o apoio que este ramal ferroviário dará aos produtores locais de soja.

Hoje em dia, os grãos que entram nos terminais do porto de Timbúes chegam por caminhão. Será a primeira vez na história do país que um grande porto cerealista terá uma conexão ferroviária direta para escoamento da produção.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters