aeropuerto cartagena

Aeroporto de Cartagena

A Colômbia está buscando mecanismos para reativar a economia e o setor de construção em particular, e uma das estratégias é a promoção da quinta geração (5G) de projetos de infraestrutura sob concessão, um conjunto de planos de investimento que poderia reunir US$ 5,3 bilhões. Este montante, que representaria 1,67% do PIB do país, contempla o desenvolvimento de 14 projetos (seis rodovias, quatro aeroportos, três obras fluviais e uma ferrovia). 

Obras 

As obras viárias consideradas neste pacote contemplam investimentos totais por cerca de US$ 2,6 bilhões e preveem os projetos de ALO Sur, Acceso Norte II, Accesos Cali-Palmira, Buga-Buenaventura, Puerto Salgar-Barrancabermeja e Barrancabermeja- San Roque. 

No que se refere a projetos aeroportuários, trata-se dos projetos Suroccidente, Cartagena, Eldorado I e Cartagena II, que teriam investimentos de cerca de US$ 1,4 bilhão. As três obras hidrográficas neste programa são o Rio Magdalena, Canal Dique e Canal Buenaventura, com desembolsos de US$ 790 milhões. 

Em matéria de ferrovias, o projeto que se incluiu é o trem La Dorada-Chirinaguá, cujo investimento será de US$ 500 milhões. 

A Bolsa de Valores da Colômbia realizou uma apresentação a virtual a investidores e empresários internacionais, durante a qual o chefe de Crédito Público do Ministério da Fazenda, César Arias, manifestou que “um setor que está chamado a ser o mais importante na recuperação da economia é o da infraestrutura. São importantes as oportunidades existentes aí”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters