Mesmo com os grandes avanços obtidos nos últimos anos, a infraestrutura rodoviária da Colômbia ainda tem grandes desafios pela frente. Seriam necessários mais de US$ 8,7 bilhões para conquistar alguns passos mais fundamentais.

Os desafios são maiúsculos, e se dividem em duas partes: terminar o financiamento das rodovias de quarta geração (4G) e estruturar 30 novos projetos cruciais em todo o país. Realizando estes objetivos, o país poderia retomar o crescimento econômico em torno de 4% a 4,5% no horizonte de 2022-2026. Tudo isso segundo um estudo produzido pela Câmara Colombiana de Infraestrutura (CCI).

“O país enfrenta um verdadeiro desafio duplo na questão da infraestrutura rodoviária. Em primeiro lugar, necessita continuar avançando no programa de rodovias 4G, e em segundo lugar, devem-se retomar os esforços de consolidação dos CCE – corredores prioritários de comércio exterior -, sendo estas as verdadeiras artérias que permitirão os maiores ganhos de produtividade e competitividade”, diz o documento.

A primeira frente de trabalho, sem dúvida, tem o foco nas rodovias 4G, programa de US$ 17,5 bilhões, cujo orçamento total ainda tem US$ 4,35 bilhões por financiar.

A necessidade de recursos é tal, que a Anif e a CCI vêm recomendando o financiamento destes projetos através da venda de participação do Estado em certos ativos econômicos.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters