Rodovia que cortará a Cordilheira Central do país tem últimas licitações abertas.

Cruce Cordillera

O projeto rodoviário que cruzará a Cordilheira Central da Colômbia, entre Calarcá e Cajamarca, vai necessitar de US$ 150 milhões. Para fazer frente ao valor, o Ministério dos Transportes do país abriu três licitações, primeiramente para concluir as obras inacabadas e, em seguida, dar sequência com obras de complementação para completar o projeto em dezembro do ano que vem.

Das três licitações lançadas pelo órgão Invías, a primeira delas compreende o trecho de Quíndio pelo valor de US$ 44,5 milhões, para a conclusão de cinco túneis, seis pontes e 6,5 km de duplicação viária.

A segunda licitação será para intervir sobre o trecho Tolima 1, a um custo de US$ 45,5 milhões, e compreende a conclusão de seis túneis, quatro pontes, 3,3 km de duplicação e atenção a pontos críticos.

Por fim, a terceira licitação tem a ver com o trecho Tolima 2, com valor de US$ 50 milhões para a construção de um túnel e duas pontes, além da terminação de oito túneis e oito pontes, além de 5,7 km de duplicação e atendimento a três pontos críticos.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters