O governo de Iván Duque, na Colômbia, quer acelerar a execução de obras bilionárias através de PPPs, que estão pendentes, entre as quais o metrô de Bogotá, algumas das concessões rodoviárias do programa 4G e aeroportos e portos. Em total, são 34 projetos que envolveriam investimentos de cerca de US$ 16,2 bilhões.

metro bogota

Maquete do metrô de Bogotá

Um dos principais que hoje esperam autorização final é o metrô de Bogotá. O projeto tem previsão de investimento de US$ 3,5 bilhões, e sem dúvida será um forte impulso à economia da capital colombiana. Autoridades discutem como agilizar a obra.

Parte importante da carteira de projetos pendentes está no programa 4G (quarta geração) de rodovias concedidas. Há 28 projetos públicos e privados que ainda esperam para entrar em obra, por complicações variadas.

“Avançamos na entrega de 28 projetos que estarão concluídos no nosso governo para beneficiar 14 vias nacionais e mais oito regionais, gerando 40 mil empregos. Da mesma forma, iniciaremos 22 corredores viários para que nos próximos anos tenhamos melhores estradas na Colômbia”, afirmou Duque.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters