Atualmente, Santiago é a única porta ao mundo no país, e governo quer mudar isto.

Em anúncio oficial, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, disse o seguinte: “hoje em dia temos uma anomalia, porque para ir a qualquer parte do Chile deve-se passar por Santiago. Para ir de uma região a outra deve-se passar por Santiago, e para ir de qualquer região do Chile a qualquer lugar do mundo deve-se passar por Santiago. Este plano vai terminar com esta má prática de centralismo que asfixia nosso país e vai permitir que as pessoas possam voar de uma região a outra sem passar pela capital, ou voar das regiões do interior para o estrangeiro, diretamente”.

O plano ao qual ele se refere prevê que o Chile passe a ter 15 aeroportos internacionais. O projeto teria um custo próximo a US$ 1,44 bilhão, para aumentar o tamanho de alguns dos aeroportos locais do país. Em seu conjunto, eles passariam de 214 mil metros quadrados para 537 mil m2.

Também se prevê a licitação de cinco aeroportos para concessão privada. São eles os de Pucón, Valdivia, Osorno, Castro, Balmaceda e o de Viña del Mar (que é administrado pela Marinha do Chile). Uma vez licitados estes aeroportos, se iniciarão as obras de modernização e ampliação, a fim de colocá-los em condição de operar voos internacionais.

Ainda segundo Piñera, “este projeto nos permitirá dar um melhor serviço a quem viaja, que hoje em dia são cada vez mais pessoas. Com estes aeroportos, vamos integrar o país”. A demanda por tráfego aéreo no Chile duplicou nos últimos oito anos, alcançando 38 milhões de passageiros no país no ano passado. O aumento foi de 12% em 2018. E só neste ano, o aumento interanual no número de passageiros ficou em 14%.

 

 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters