Nova empresa conta com aporte inicial de US$ 9 bi para concessões e PPPs.

O governo do Chile vai criar uma empresa estatal para administrar capitais para projetos de infraestrutura. Está aprovada pelo congresso do país a criação da Fondo de Infraestructura SA, empresa que será propriedade do Estado e contará com um aporte de capital inicial de US$ 9 bilhões.

A intenção deste fundo é conformar a participação do Estado nas concessões e PPPs que se façam no país a partir de agora. O Chile é um dos países mais destacados na infraestrutura concedida em toda a América Latina.

Com a criação de uma estrutura burocrática mais moderna e menos dependente de influências políticas, espera-se que os contratos de novos projetos de grandes obras saiam mais rapidamente.

O valor do patrimônio inicial da estatal corresponde a receitas futuras das concessões feitas no passado. Comprometem-se valores agora com a expectativa de compensação no futuro (mas o risco é baixo para o Estado devido ao fato de que os contratos antigos sempre foram bem estruturados e as concessões chilenas são em geral bem-sucedidas).

“Trata-se de pôr em valores as atuais concessões e com isso gerar algo em torno de US$ 9 bilhões para multiplicar o investimento em obras públicas em diversos lugares do Chile”, disse o ainda ministro de Obras Públicas Alberto Undurraga.

A Fondo de Infraestructura SA poderá, de acordo com seus estatutos, emitir dívidas e garantias para financiar ou garantir créditos para os projetos em que participe. Definitivamente, um passo rumo à modernização da gestão de infraestrutura na América Latina.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters

Temas