Número se refere aos três primeiros trimestres do ano na comparação interanual.

Cemex

A cimenteira multinacional de base mexicana CEMEX divulgou seus resultados acumulados dos três primeiros trimestres do ano. Nos nove primeiros meses de 2017, a empresa continuou diminuindo seu nível de dívida corporativa e registrou um excelente resultado em termos de lucro: com US$ 916 milhões nos três primeiros trimestres, o lucro líquido da CEMEX aumentou 72% com relação ao mesmo período do ano passado.

A venda líquida de produtos CEMEX no terceiro trimestre alcançou US$ 3,54 bilhões, representando aumento interanual de 2% em termos absolutos, e de 1% ao se levar em conta ajustes cambiais.

Maiores preços nos mercados de México e Estados Unidos, que são seus principais, e além disso melhores volumes de venda nos EUA, Europa, Ásia, Oriente Médio e África explicam o resultado positivo da cimenteira.

“Estamos felizes com o crescimento de dois dígitos no fluxo de operação no que já correu do ano em nossos dois maiores mercados, México e Estados Unidos, que representam aproximadamente dois terços da nossa geração de fluxo de operação”, disse o diretor geral da empresa, Fernando González Olivieri.

Sobre a redução da alavancagem, o executivo afirmou: “nossa razão de alavancagem ficou em 3,98 vezes durante o trimestre. Esta é a primeira vez que nossa razão de alavancagem é menor do que 4 vezes desde o terceiro trimestre de 2008. Isto permitirá conseguir mais economias em nosso gasto financeiro. Estou particularmente satisfeito de que nosso lucro líquido alcançou US$ 916 milhões nos primeiros nove meses de 2017. Este é o maior lucro líquido para o período em quase dez anos”. 

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters