A taxa de contaminação por covid-19 nos canteiros de obra de São Paulo é extremamente baixa. A informação é parte de um levantamento semanal do Sindicato das Construtoras da cidade, o Sinduscon.

A entidade vem fazendo pesquisas semanais nos canteiros de obra da cidade, basicamente colhendo dados em obras de edificação imobiliária. Segundo o Sinduscon, apenas 0,09% dos trabalhadores da construção da cidade apresentavam suspeita de contaminação.

Enquanto isso, os que tinham contaminação confirmada somavam não mais de 0,07% do total de trabalhadores.

A pesquisa mais recente da entidade contou com dados de 515 canteiros de obra, administrados por 41 empresas, e contabiliza 34.569 trabalhadores diretos e indiretos do setor.

Mas há preocupação com uma possível nova onda de contágios em São Paulo. “

“Fatores como maior aglomeração das pessoas no cotidiano, nos feriados e nas eleições levarão a uma maior circulação do vírus, que poderá se transformar numa segunda onda da pandemia. Empresas e trabalhadores precisarão manter a disciplina que tão bem exerceram até agora, para evitar o aumento da contaminação”, disse o presidente do Sinduscon, Odair Senra.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters