Projeto será por PPP proposta por empresas, e terá custo aproximado de US$ 600 milhões.

Aeropuerto cartagena

Arte do futuro aeroporto de Cartagena.

A empresa colombiana Odinsa, filial do Grupo Argos para concessões, confirmou que vai liderar a parceria público-privada de iniciativa empresarial que está terminando a estruturação do novo aeroporto da cidade de Cartagena de India, na Colômbia. A companhia adquiriu 70% da PPP, que atualmente está em fase de estudos, terminando no final deste ano com obras previstas para 2019.

O presidente da Odinsa, Mauricio Ossa, afirmou que “é uma iniciativa construída do zero, com grande visão de futuro. Cartagena tem um alto potencial de desenvolvimento, sobretudo em indústria pesada, serviços, turismo e construção residencial, além de voos charter e cruzeiros que chegam”.

Assim, esta PPP possibilitará que Cartagena tenha um segundo aeroporto, que contará com terminais nacional, internacional e de carga. “O aeroporto deve ter capacidade para crescer conforme a demanda, ou seja, de forma escalonada, a cada tempo se ativam blocos de investimento”.

O novo aeroporto será três vezes maior do que o atual, receberá investimentos de cerca de US$ 600 milhões e espera-se que entre em operação em 2025. Ficará a cerca de meia hora do centro de Cartagena e a cerca de 15 km do terminal recentemente ampliado. Sua capacidade será de 25 pousos e/ou decolagens por hora em duas pistas, sendo a principal com 3,1 km de comprimento.

Com isso, a capacidade será de 9 milhões de passageiros por ano; hoje em dia é de 5 milhões, com o atual aeroporto. A previsão de tráfego anual de passageiros em Cartagena para o ano de 2025 é de 7,3 milhões, mas então o novo aeroporto deverá estar em operação.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters