Holandesa já é a segunda marca do segmento de caminhões no Velho Mundo.

DAFCONSTRUCCION

Apesar do duro 2018 para muitas companhias automotivas do segmento de caminhões, a holandesa DAF ficou em segundo lugar na Europa, onde ficou com 16,6% do mercado continental. Seu maior mercado é a construção no Velho Continente, provendo caminhões on road para obras.

Em recente evento em Málaga, Espanha, a marca apresentou várias novidades em relação aos eixos e à configuração de seus veículos. No segundo semestre, lançará uma configuração de caminhões cujo eixo dianteiro tem capacidade de 10 toneladas, evitando sobrepeso na parte frontal do caminhão, pensado especialmente para o trabalho em pedreiras. O eixo traseiro suporta 7,5 toneladas.

Para condições mais severas, a marca tem opções com chassi rígido de 8x2, 8x4 e 10x4 com suspensão pneumática, freio de disco e com opções com ou sem redução do diferencial. O pesos brutos totais vão de 27 às 49 toneladas. Não contente, a empresa lançou uma configuração 8x4 de seu modelo XF, mas com PBT combinado que chega a 120 toneladas.

Os novos caminhões têm motores Paccar MX de 11 ou 13 litros, com potências que chegam a 530 cavalos, caixas de câmbio TraXon de 12 ou 16 velocidades. “Em 2018 fomos líderes de mercado em sete países europeus e produzimos um número recorde de 67 mil caminhões”, disse o diretor de marketing e vendas da DAF, Richard Zink.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters