O Brasil está novamente em recessão. Esta é a conclusão do IBGE ao divulgar a queda histórica do PIB no 2º trimestre de 2020, de 9,7%, em relação ao trimestre anterior.

brasil foto reuters

Com dois trimestres consecutivos de queda, declara-se oficialmente a recessão. O primeiro trimestre havia registrado que da de 1,5%, mas o IBGE agora revisou o número e ficou estabelecido que a queda foi na verdade de 2,5% em relação ao trimestre anterior.

Com isso, o primeiro semestre de 2020 coloca o Brasil com um PIB 5,9% menor do que no mesmo período do ano passado. A comparação interanual do segundo trimestre é ainda mais cruel, registrando queda de 11,4% frente o mesmo período de 2019.

Agora, o nível de atividade econômica do país se encontra igual ao ano de 2009. Obviamente, a pandemia tem a maior parcela de responsabilidade por isso. Porém, a frágil recuperação econômica, que vem se arrastando desde o fim da grande recessão de 2015-2016, contribuiu para deixar o país em ainda maior fragilidade no enfrentamento da crise sanitária.

O setor de construção registrou queda de 5,7% no trimestre, e o conjunto de investimentos realizados no período caiu 15,4%.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters