O crédito pode ser ampliado até US$ 1,5 bi, valor total do projeto.

Latam news agua negra

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou dois empréstimos, um para a Argentina pelo valor de US$ 130 milhões e outro para o Chile pelo valor de US$ 150 milhões, que permitirão iniciar a construção do túnel Água Negra, que conectará os dois países através das regiões de Coquimbo (Chile) e a província de San Juan (Argentina).

Este empréstimo corresponde às primeiras etapas de um crédito que pode ser ampliado até alcançar um máximo de US$ 1,5 bilhão, que é o custo total estimado do projeto.

O novo túnel terá um comprimento de 13,9 quilômetros e incluirá duas galerias, uma para sentido de trânsito. O túnel encurtará a distância da rota atual em 40 quilômetros, além de eliminar as curvas e permitir passagem de automóveis e caminhões de carga por todo o ano. Devido às nevascas do inverno, a passagem pelos Andes fecha por um período anualmente.

O ministro de Obras Públicas do Chile, Alberto Undurraga, afirmou que “este empréstimo é uma mostra de confiança do BID no processo que estamos desenvolvendo e é um passo a mais na concretização deste sonhado projeto, que se licitará lá pelo fim do ano”.

Em novembro, se conhecerá o resultado do processo de pré-qualificação dos 10 consórcios que participaram até esta etapa. Depois disto, deve se iniciar a licitação propriamente dita desta megaobra.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters