País vive crise cambial que afeta vários de seus setores, mas governo garante obra pública.

“Temos um orçamento equilibrado em que as receitas são suficientes para cobrir os gastos primários. Mas ainda temos déficit financeiro. Não acabou o trabalho, e por isso temos que nos próximos orçamentos conseguir ao menos um ponto de superávit, a fim de diminuir o peso da dívida, e que a economia deixe de ser vulnerável frente os mercados financeiros internacionais”, afirmou o Ministro do Interior, Obras Públicas e Moradia da Argentina, Rogelio Frigerio, que celebrou que “pela primeira vez contamos com um equilíbrio para a execução de obras públicas e sociais”.

Ele garantiu que o tesouro argentino tem reservas o bastante para a continuidade das obras começadas. “Só a nossa carteira tem quase 3 mil obras em execução em todo o país; isso significa cerca de US$ 1,7 bilhão incluídos no orçamento no plano de infraestrutura nacional”.

A discussão do orçamento nacional na Argentina contemplou uma leve expansão do gasto em infraestrutura em relação ao PIB, de 4,2% para 4,4%. O número se sustenta na grande quantidade de obras projetadas no país, dentre as quais destaca-se o Plano Belgrano, que prevê o melhoramento de dezenas de estradas no norte do país, e o Plano Rodoviário Nacional, que vem levando obras a outros 2.800 quilômetros de rodovias no restante da Argentina. Também entram nesta conta o projeto de levar o sistema de BRT Metrobus a mis cidades, o Plano Ferroviário de Cargas, que tem 500 km de ferrovias terminados e outros 400 em execução, além da renocação do Plano Aerocomercial, que renova oito aeroportos no país, e vários outros.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters