Os quatro países tentam atrais capital privado atuando coletivamente. 

alianza-del-pacfico20180725094942

A Aliança do Pacífico, integrada pelo México, Colômbia, Peru e Chile, contará com um fundo de investimento privado destinado especificamente para a infraestrutura de seus países. Martín Vizcarra, presidente pro tempore da Aliança, afirmou que o objetivo agora é definir o gestor do fundo e como será sua estrutura de capital.

“Este fundo nos permitirá captar investimento privado para reduzir nosso déficit de infraestrutura e potencializar a competividade”, disse o peruano ao final da recente cúpula da Aliança. Assim como já existe um título financeiro emitido por estes países para o caso de terremotos (capitalizando a proteção e combate aos desastres), os países emitirão dívida para gerar recursos para inundações e secas em seus territórios.

Vizcarra também afirmou que o grupo tem a intenção de acelerar a incorporação de estados associados, como Cingapura, Canadá, Nova Zelândia e outros banhados pelo Oceano Pacífico. Na Cúpula, revelou-se que o Equador e a Coreia do Sul estariam interessados em participar da Aliança do Pacífico.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters