Através de investimentos público-privados, ideia é transformar o terminal de Iquique no terceiro do país.

aeropuerto iquique

O aeroporto Diego Aracena, em Iquique, no extremo norte do Chile, será ampliado através de uma obra que consumirá cerca de US$ 60 milhões. Além de um terminal de passageiros que passará a ter mais 10 mil metros quadrados, as pistas serão reformadas e sua infraestrutura geral receberá parte do investimento.

A concessão deste aeroporto foi renovada pela quarta vez em abril, e continua sob operação do Consórcio Aeropuertos Asociados, formado pelas empresas Aport Chile e Zurich Airport Latin America.

A iniciativa também contempla melhoramentos na plataforma comercial, no caminho aeronáutico, na modernização de vias de acesso e estacionamentos, além de uma estação de tratamento de esgoto dedicada ao aeroporto. O consórcio prevê inauguração de todas estas obras em 2021.

Além de tudo isso, já estava sendo executado outro projeto de conservação da pista principal do aeroporto. O secretário de obras públicas da região, Patricio Altermatt, afirmou que “o projeto está próximo a finalizar sua quarta etapa, de seis em total, e o investimento já alcança os US$ 27 milhões. Esperamos inaugurá-lo em 2019 para que se torne o terceiro terminal aeroportuário do Chile, tanto em cargas como em passageiros”. Mesmo sem reformas, o Diego Aracena transportou em 2017 um total de 1,2 milhão de passageiros.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters