Capacidade de operar aviões deverá quase quadruplicar.

Nuevo ezeiza

O projeto do novo Ezeiza

Guillermo Dietrich, ministro de Transportes da Argentina, anunciou que serão somadas novas posições para aviões no aeroporto internacional de Ezeiza, principal do país, o que aumentará sua capacidade para 10 milhões de passageiros por ano.

Com investimento de cerca de US$ 730 milhões, “as obras que estamos executando com o programa Aeropuertos Argentina 2000 possibilitarão que Ezeiza tenha pela primeira vez um único terminal com todos os seus setores integrados, deixando de funcionar separadamente os terminais A, B e C. Será um edifício único”, disse o ministro.

A Casa Rosada afirma que estas obras fazem parte de uma “revolução dos aviões”, levada adiante pelo governo federal, dotando de infraestrutura necessária o setor da aviação comercial, que está em crescimento não apenas através da Aerolíneas Argentinas como, depois de 12 anos, pela chegada de novas companhias à operação no país.

Ezeiza passará dos 58.400 metros quadrados para 217.230 metros quadrados, praticamente dobrando sua superfície atual.

Os portões de embarque passarão de 27 para 52, com cinco novas esteiras de bagagem que serão instaladas, maior estacionamento de carros e quatro vezes mais posições de aviões.

A infraestrutura de atendimento ao passageiro deverá receber melhorias, com novos balcões de check-in e outras coisas. As salas de embarque deverão ficar maiores, dada a expansão dos edifícios do terminal.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters