Intenção é reduzir aterramento de resíduos sólidos, utilizando-os na indústria do cimento.

ABCP coprocesamiento

A assinatura do acordo

Em dezembro, a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) assinou acordo de cooperação técnica com o estado do Ceará para estimular a prática de coprocessamento de resíduos sólidos em fornos cimenteiros da região.

Inicialmente, o acordo reunirá esforços de empresas e governo para a conversão de resíduos sólidos em combustível para a indústria cimenteira em duas localidades do estado, a região metropolitana de Sobral e o Vale do Jaguaribe.

Com o acordo, a intenção é que a ABCP forneça ao estado do Ceará sua experiência com o coprocessamento de materiais na produção de cimento, de maneira a reduzir o volume de resíduos sólidos que acabam indo para lixões e aterros sanitários.

Para o presidente da ABCP e do SNIC, Paulo Camillo Penna, este é “mais um passo fundamental para avanço do coprocessamento no manejo e gestão de resíduos com geração de valor compartilhado entre poder público, comunidades e indústria do cimento”.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters