Votorantim Cimentos de olho nas emissões globais de CO2

By Luciana Guimaraes05 December 2022

Trata-se de metas de redução de emissões à ambição do Acordo de Paris.

A Votorantim Cimentos, empresa de materiais de construção e soluções sustentáveis, anuncia que revisou suas metas de descarbonização para 475 kg de CO2 por tonelada de cimento até 2030. A nova meta global da Votorantim Cimentos é 8,7% menor que a meta anunciada em seus Compromissos de Sustentabilidade para 2030, que era de 520 kg de CO2 por tonelada de cimento.

Foto: Votorantim

A nova meta de escopo 1, que se refere as emissões de CO2 geradas diretamente pelas operações da própria empresa, foi aprovada pelo SBTi (Science Based Target initiative, em português “metas baseadas na ciência”) e representa uma redução de 24,8% em relação ao ano base de 2018. O SBTi é uma iniciativa que mobiliza o setor privado e instituições financeiras a liderar ações que ajudem a combater os efeitos das mudanças climáticas. A organização é resultado de uma parceria de diversas instituições que avaliam e validam metas de redução de emissões com base na ciência propostas por empresas que buscam esse alinhamento com metas mais ambiciosas.

Com o novo compromisso público, a Votorantim Cimentos nivela suas metas de redução de emissões à ambição do Acordo de Paris que visa conter o aquecimento global abaixo de dois graus Celsius dos níveis pré-industriais e também buscar esforços para limitar o aumento da temperatura até 1,5°C.

“O combate aos efeitos negativos das mudanças climáticas está no centro da nossa estratégia e representam nosso foco em competitividade e legado positivo. As indústrias mais competitivas serão aquelas com menor emissão de gases de efeito estufa.”, afirma Álvaro Lorenz, diretor Global de Sustentabilidade, Relações Institucionais, Desenvolvimento de Produto e Engenharia da Votorantim Cimentos.

Entre 1990 e 2021, a Votorantim Cimentos reduziu as emissões de CO2 por tonelada de cimento produzido em mais de 20%. A estratégia de descarbonização da Votorantim Cimentos está pautada em quatro grandes pilares:

Coprocessamento: substituição do combustível fóssil nos fornos de produção do cimento por outros materiais, especialmente biomassas e resíduos.

Uso de cimentícios: o clínquer, material nobre obtido pela calcinação do calcário e outras matérias primas a altas temperaturas, é o principal responsável pela emissão de CO2 no processo produtivo de cimento

Eficiência energética e uso de fontes renováveis de energia: a Votorantim Cimentos possui hidrelétricas próprias e tem feito grandes investimentos em energia solar e eólica.

Desenvolvimento de tecnologias: uso de processos inovadores, novos materiais, desmaterialização da cadeia de valor, parcerias com diversas entidades e academia para, cada vez mais, otimizar os recursos e reduzir a intensidade do carbono.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
Por que a medição de tráfego é importante?
Como o fornecedor de infra-estrutura Caltrans leva o monitoramento de tráfego para o próximo nível com as Estatísticas KiTraffic da Kistler
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL