US$ 6.000 milhões por ano para a mineração peruana

By Gabriel Lira04 May 2021

Já faz muito tempo que o Peru vem crescendo e ganhando espaço em setores como a mineração. É por isso que, por meio do Ministério de Minas e Energia, anunciaram que nos próximos 5 anos o investimento em mineração pode variar entre 5.000 e US $ 6.000 milhões.

A este respeito, o ministro da pasta peruana, Jaime Gálvez destacou que “estima-se que, com o início da construção de novos projetos, o capital seria de US $ 5,2 bilhões este ano, o que representará um crescimento de 21 % em relação ao que foi registrado em 2020 “.

Quellaveco

Nessa linha, o ministro Gálvez disse que em 2022 os investimentos devem chegar a US $ 6 bilhões, o que seria 16% a mais que neste ano se cumprem com as expectativas. Posteriormente, no período que inclui 2023-2025, “os níveis de execução e de investimentos seriam próximos de US $ 6 bilhões”, disse Gálvez.

Em termos de recuperação da indústria, em 2020 as capitais mineradoras “apresentaram uma rápida recuperação e atingiram mais de US $ 4.000 milhões. Em fevereiro de 2021, o investimento foi superior a US $ 500 milhões, dos quais a China representou um 11%”. Nesse contexto, vale dizer que durante a última década o investimento do gigante asiático teve uma participação relevante na mineração peruana, representando 30% dos investimentos entre 2011 e 2015.

Por exemplo, o ministro Gálvez apontou a expansão da Toromocho, da empresa asiática Chinalco, como um projeto de grande valor com capital chinês. Além disso, ele destacou os investimentos chineses que estão sendo feitos nos projetos de mineração de Galeno, de US $ 3,5 bilhões; Río Blanco, de US $ 2.500 milhões e Pampa del Pongo, de US $ 2.200 milhões.

“São os três investimentos chineses mais importantes que podem ser acionados”, acrescentou Gálvez, complementando que “até 2025 está prevista a construção de 13 projetos de mineração por US $ 11.753 milhões”.

Quanto a este 2021, o Secretário de Estado apontou que existem 7 projetos de mineração; sendo os mais importantes os de “Yanacocha Sulfuros, e dois médios: Corani e San Gabriel”. Complementando o anterior, afirmou que “se somarmos os três projetos mineiros chineses (Río Blanco, Pampa del Pongo e Galeno), haveria um investimento adicional de US $ 10 bilhões”, afirmou.

Outro aspecto a destacar do boom da mineração peruana diz respeito ao fato de Moquegua ter sido a região que mais investiu nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, com US $ 162 milhões, segundo dados da Sociedade Nacional de Mineração, Petróleo e Energia. “Esse resultado é explicado pelas obras que estão sendo realizadas na construção do projeto Quellaveco, realizadas pelo consórcio Anglo American-Mitsubishi e que significaram um aumento de 4,5% nos investimentos em mineração naquela região do Peru”, disse Gálvez.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
As 50 principais
Um crescimento substancial nunca antes visto foi notado pelas principais empresas de construção da América Latina
Os 200 principais
Lista exclusiva da International Construction dos 200 maiores empreiteiros do mundo por vendas revela que a indústria parece ter colocado o impacto da pandemia no passado
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL