Uruguai deve licitar projeto de gás natural

Uruguay bandera

Uruguay bandera

Marcando uma decisão estratégica, o Governo da República do Uruguai decidiu diversificar sua matriz energética com a intensificação da participação do gás natural a um preço competitivo.

Pensando nisso, duas empresas públicas da área de energia, a UTE1 e a ANCAP2 se uniram para desenvolver o projeto GNL del Plata e criaram uma empresa com esse propósito específico, a GAS SAYAGO S.A.3, que deverá desenvolver todos os estudos de engenharia, ambientais, econômicos, financeiros e regulatórios necessários para a construção das instalações de regasificação de Gás Natural Liquido no Uruguai, assim como gerir sua construção, operação e manutenção.

O novo terminal offshore está sendo construído na zona de Punta Sayago, no departamento de Montevideo, e é composto por um dique de abrigo tipo muralha de 1.500 metros de extensão total e 3 alinhamentos diferentes, um cais principal que contará com duas posições de atraque, uma para FSRU de 263 mil metros cúbicos de capacidade de armazenamento, e outra para os LNGC de até 210 mil metros cúbicos, uma plataforma principal que suportará os componentes eletromecânicos do terminal, e uma plataforma de água de incêndio, um gasoduto subaquático que conectará o terminal com o gasoduto terrestre existente, e um cais secundário de 155 metros para Gás Natural Liquido de pequena escala.

As obras de dragado de do gasoduto são investimentos diretos, porém as obras do dique e do cais para o terminal deverão dar-se por meio de contratação de serviços, na qual a empreiteira vencedora realizará todas as atividades de construção necessárias para oferecer o serviço, portanto, a Gás Sayago está promovendo uma convocatória para que potenciais interessados apresentem seus interesses nesta construção.

As empresas interessadas em participar da licitação deverão comprar o formulário com os “Termos de Referência”, o qual poderá ser adquirido até o dia 30 de maio de 2016 por US$10 mil, o que habilitará o acesso ao documento de chamado ao direito de apresentar sua proposta, sem cargos adicionais. O projeto abarcaria os seguintes elementos:

Um dique de abrigo localizado a 2500 metros da costa com extensão de 1.5 quilômetros, duas plataformas guiadas e suas estruturas de atraque, um gasoduto subaquático de aproximadamente 3,5 quilômetros de extensão deste Punta Yegua até a conexão com o terminal, plataformas de acesso e serviços, um conjunto de passarelas guiadas que se conectarão com o sistema de plataformas, um sistema de sinalização marítima e instalações eletromecânicas necessárias para a recepção, armazenamento e despacho de GNL e GN regasificado de alta pressão.

O transporte do gás será feito por meio de um Gasoduto de Interconexão de 20 polegadas de diâmetro e 15 quilômetros de extensão, com um trecho subaquático de 3 quilômetros (que será licitado), que conectará o terminal com o sistema de transporte do Gasoduto Cruz do Sul, já existente. Um canal de acesso de aproximadamente 6 quilômetros, que se une ao canal do Porto de Montevideo, com um raio de manobra de 600 metros de diâmetro também será construído.

De acordo com um comunicado emitido na página oficial da Gás Sayago, depois de terminadas, as obras serão entregues ao poder do estado uruguaio. Até o momento a Gás Sayago concluiu as obras de dragagem da abertura e da área de manobra, e acaba de iniciar o gasoduto em seu trecho terrestre.

A documentação necessária solicitada no formulário deverá ser entregue até as 9am do dia 6 de junho de 2016 nos escritórios da Gas Sayago.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL