Topografia, integração, eficiência e usabilidade

By José Salinas20 February 2017

As soluções e equipamentos para topografia mostraram na última década uma importante evolução. A digitalização e o compartilhamento de informações através de softwares trouxeram a estas ferramentas mais capacidades, o que se refletiu na sua importante fundação no planejamento e execução de projetos de construção.

As mais recentes tecnologias de geração e reprodução de imagens tiveram um impacto crucial no modo como se recolhem e utilizam dados. Como afirma Bryn Fosburgh, vice-presidente da Trimble, atualmente as câmeras de estações totais robóticas topográficas dão suporte ao controle de operações remotas e a técnicas de projetos visuais. “Por exemplo, ao usar a tecnologia Vision da Trimble, o pessoal no canteiro pode capturar informações precisas sobre as condições do local de trabalho e do status das operações, com risco muito baixo de erros de interpretação”.

Por outro lado, os softwares de campo e escritório são capazes hoje em dia de elaborar uma variedade de soluções para diferentes tipos de obra, como o planejamento de uma cidade inteligente e outros desenvolvimentos de infraestrutura. Segundo afirma Ruben Soderi, presidente da Hexagon Geosystems América do Sul, “enquanto o negócio continua digitalizando suas operações, nós estamos oferecendo cada vez mais soluções topográficas em 3D, a partir do nosso software de campo Captivate, que produz modelos 3D com tecnologia táctil, e chegando a nossos escâneres laser detalhados, que criam nuvens de pontos 3D”.

A respeito dos avanços   tecnológicos do setor nos últimos anos, Ed Castelan, gerente de vendas da Topcon para a América Latina, diz que “estamos vendo avanços no desenvolvimento de estações totais robóticas e de suas capacidades, como a nova série GT, com melhora no sistema de rastreamento UltraTac, motores UltraSonic mais rápidos e a possibilidade de incorporar nossa tecnologia Hybrid Positioning para os GNSS (Sistema Global de Navegação por Satélite, na sigla em inglês), e sua combinação com soluções de posicionamento ótico”.

Exigências da construção

Entre os produtos e soluções de topografia para a construção, o setor está buscando uma eficiência cada vez maior, e também uma redução de custos. “Nossa maior contribuição nesta área é a nossa solução combinada chamada HxGN SMART Build, que se utiliza em conjunto com a nossa irmã PP&M; a HxGN SMART Build melhora as margens do negócio e ajuda a completar os projetos de maneira segura, no tempo e no orçamento, ao conectar um ecossistema inteiro de stakeholders num lugar onde se esteja construindo. Como é uma solução baseada na nuvem, qualquer um pode ter acesso aos planos e manter o projeto em prosseguimento”, diz Soderi, da Hexagon Geosystems.

Para a Trimble, no entanto, outro requisito importante destes equipamentos é sua capacidade de trabalhar em ambientes hostis, como a estação de desenho Trimble RPT 600.

Um aspecto muito relevante é que a indústria da construção demanda deste tipo de produtos a capacidade de ler planos em seus desenhos originais e sem alterações, “como num PDF que pode ser referenciado e escalado dentro do nosso software de desenho Magnet Office, para encontrar os pontos relevantes, eliminando a necessidade de equipamentos topográficos de exterior para esse tipo de aplicações”, afirma Castelán da Topcon.

“As empresas da área de construção estão sempre preocupadas com os custos. Como com qualquer tecnologia, à medida em que ela amadureça, os usuários esperam que ao investir em novas soluções o custo baixe. Os instrumentos de posicionamento não são a exceção. Estamos vendo uma ênfase cada vez mais importante por parte dos clientes sobre as soluções de menores custos e de maiores capacidades. Especialmente em países em desenvolvimento, o custo da tecnologia deve ser pesado em comparação com os custos trabalhistas locais e o retorno do investimento”, afirma Fosburgh, da Trimble.

O uso de máquinas de controle para obras de construção pesada e movimento de terra continua se expandindo. Modelos digitais de terreno podem ser enviados diretamente a soluções integradas em equipamentos para assegurar um rendimento preciso e um apego aos planos. Os sistemas GNSS, as estações totais e soluções de posicionamento laser podem prover um guia preciso e controle de equipamentos de construção.

Fosburgh explica também que, na parte de softwares, “estão sendo adotados modelos 3D e os modelos BIM nos processos de planejamento e construção. O BIM e as técnicas de construção virtual apoiam as análises pré-construção e as etapas futuras, de obra e inspeção”.

Com a adoção agressiva dos sistemas BIM, as companhias construtoras esperam agora que os equipamentos nos canteiros e os instrumentos permitam também a modelagem in situ. Desde quando os dispositivos de computação portátil receberam dramáticos avanços em suas capacidades de processamento e memória, tornou-se possível visualizar e interagir com os modelos BIM no canteiro. Por exemplo, o software Trimble Link, em conjunto com as estações totais Trimble RTS, pode produzir uma interação precisa entre os modelos de desenho e as tecnologias de posicionamento e de computação nos lugares de trabalho. O enfoque integrado ajuda a assegurar que a construção física seja igual ao projeto.

Integração das tecnologias

“Na Topcon, estamos integrando estações totais robóticas com nosso GNSS para Posicionamento Híbrido em terreno com rotinas de auto-localização”, destacou Ed Castelán, da empresa.

Na Hexagon Geosystems, recentemente os especialistas combinaram a tecnologia de imagem e o sistema LiDAR (Laser Imaging Detection and Ranging) com o programa Leica CityMapper. A tecnologia GNSS continua sendo um foco de desenvolvimento, integrando um receptor de 555 canais da antena inteligente Leica GS16 com suas estações totais. “Também estamos vendo o uso da primeira inteligência artificial em nossas soluções topográficas de auto-aprendizagem, o que está preparando a indústria para estas novas soluções do futuro”, afirma Soderi, executivo da companhia.

Pelo lado da Trimble, seu portfólio de soluções para a construção considera suas tecnologias de base GNSS, de posicionamento ótico, software, de comunicação, serviços de nuvem e de gestão de dados. Como explica Bryn Fosburgh, vice-presidente da companhia, “em alguns casos, múltiplas tecnologias estão integradas em um só sistema, como os sistemas de mapeamento móvel Trimble MX8, e a nova estação total de escaneamento Trimble SX10. Ainda mais importantes são os softwares como o Trimble RealWorks e o Trimble Business Center, que funde dados de múltiplos sensores para produzir informação coesa”.

Assim, as soluções integradas para a construção se enfocam em simplificar os fluxos de trabalho. Ao usar uma interface comum para controlar uma série de sensores e para visualizar dados de construção, os construtores podem diminuir a curva de aprendizagem e perceber aumentos na produtividade.

Outro ponto importante é como estas ferramentas se integram com as telecomunicações e as chamadas Tecnologias da Informação. A maior disponibilidade de acesso à internet traz excelentes oportunidades à construção. Softwares e serviços baseados na nuvem, como o programa Trimble Connect, um ecossistema de colaboração, estão ganhando um papel cada vez mais importante na administração e uso eficiente da informação dos projetos. Usando as tecnologias das comunicações, os dados provenientes dos canteiros, como imagens, medições e relatórios, podem ser rapidamente compartilhados entre as equipes profissionais de gestão e projeto, mesmo que remotamente. Projetos atualizados e ordens de trabalho podem ser enviados diretamente a computadores no canteiro e a sistemas de guias de maquinário, usando comunicação sem fio.

Na parte das telecomunicações, Ruben Soderi da Hexagon Geosystems indica que “muitas das nossas soluções estão baseadas em tecnologia da nuvem, como o HxGN SMART Build, ou o nosso Hexagon Imagery Program, que tem componentes significativos de tecnologia da informação. Quando falamos em conectar ecossistemas, as nossas tecnologias de TI têm um papel fundamental. Nossos sensores e softwares dependem do poder e potência destas tecnologias em solo para conectar o canteiro com o escritório, mas também para reunir stakeholders dos diferentes projetos que dependem um do outro para o sucesso das iniciativas”.

Uso cada vez mais fácil

Tão importante quanto a versatilidade, interconexão e eficiência das ferramentas topográficas, é a facilidade com que os usuários podem colocá-las em ação. É essencial prover fluxos de trabalho simples e familiares para os trabalhadores da indústria da construção. Bryn Fosburgh, da Trimble, afirma que “os desenvolvimentos ou inovações em software, e um entendimento profundo das práticas e terminologias da indústria da construção, permitem à Trimble prover soluções que as equipes profissionais em campo aceitarão e usarão eficientemente. A herança da Trimble nos processos de construção em campo se revela pela combinação de tecnologias de medição precisas com software fácil de usar e terminologia comum”.

Ed Castelan, da Topcon, reflete que “para a maioria dos casos, agora tudo é tão fácil de usar como um telefone celular, apenas uns poucos cliques e as ferramentas funcionam tanto para os usuários de sistema Android como para aqueles que usam sistema Apple. A simplificação dos dispositivos de mão e dos softwares afastaram a necessidade de contar com topógrafos no recolhimento de dados e outros serviços que têm a ver com a construção”. 

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
América Latina em maturidade de estradas
Revisão de alguns dos principais projetos de construção de estradas da região, que envolveriam investimentos de mais de US$ 18 bilhões.
Principais locadoras da América Latina
Uma nova versão do Latam Rental 45 mostra que 2020 foi um ano complexo, mas a indústria foi resiliente
Off Highway Research: 2021 terá vendas recordes de equipamentos
Apesar da pandemia, as vendas globais de equipamentos de construção atingirão um recorde este ano...se a indústria puder acompanhar a demanda.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL