Represa quase pronta no norte argentino

By Gabriel Lira15 November 2018

El Bolsón será abastecedora de água para o norte, e regulará nível de rio, evitando inundações.

embalse

Mais de US$ 50 milhões foram investidos pelo governo argentino para a execução das obras da represa El Bolsón, projeto que faz parte do Plano Belgrano. A obra já está em sua etapa final. 

O presidente Mauricio Macri foi até a localidade para presenciar o início do enchimento da represa, que deverá demorar um ano, e que quando estiver em operação poderá beneficiar até 50 mil pessoas. Além de prover água potável à população do norte argentino, a represa funcionará como reguladora das cheias do rio Albigasta, evitando futuras inundações.

A obra foi começada em 2008, e depois parou, tendo sido reiniciada em 2016. “Estamos terminando as décadas de preocupação sobre se haverá ou não água potável, ou água disponível para irrigação de cultivos”, disse o presidente Macri em pronunciamento. 

O mandatário reafirmou que o Plano Belgrano, iniciativa de infraestrutura para o norte do país, é prioritário para seu governo. “Tentamos analisar quais são as pendências mais graves em infraestrutura e acelerar o mais importante. A Argentina será grande quando todas as províncias e regiões desenvolverem seus potenciais”. 

O presidente afirmou que devido ao salto populacional na província de Catamarca, o governo planeja licitar uma obra de aeroporto para esta localidade em 2019. E também prometeu continuar investindo em estradas na região.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
Eletrificação das máquinas de acesso está superando o ímpeto regulatório
Impulso em direção às máquinas de construção elétrica começou com a regulamentação governamental
Dados que impulsionam as máquinas
Como os fluxos de dados de monitoramento podem reduzir custos e emissões de carbono e talvez um dia permitir que as máquinas funcionem por conta própria
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL