Presidentes de construtoras são presos

19 June 2015

Marcelo Odebrecht

Marcelo Odebrecht

Os presidentes da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e da Andrade Gutierrez, Octávio Marquez Azevedo, foram presos na sexta-feira 19 de junho em São Paulo, pela Polícia Federal.

Eles são alvo da 14ª fase de Operação Lava Jato, que investiga a corrupção na Petrobras. Outras cinco pessoas relacionadas às construtoras foram presas como resultado desta nova fase da investigação.

A nova fase da Lava Jato se chama Erga Omnes, que em Latim quer dizer Vale para Todos. Estão entre os presos desta fase dois executivos da divisão de engenharia industrial da Odebrecht, Marcio Faria e Rogério Araújo.

As acusações que pesam sobre os executivos das grandes construtoras brasileiras são relativas a suposta prática de pagamento de propina para obter contratos milionários com a Petrobrás, além da suposta lavagem de dinheiro em contas bancárias fora do Brasil.

Em nota, a Odebrecht classificou as prisões como "ilegais". E contestou os argumentos da PF para prender seu presidente e executivos. Segundo a empresa, o suposto depósito que comprovaria uma operação de lavagem de dinheiro não seria um depósito.

O documento obtido seria o registro de uma aplicação financeira feita por um dos réus da Lava Jato em títulos emitidos internacionalmente por uma das empresas do grupo Odebrecht.

Além isso, a troca de emails que supostamente comprovariam a participação da empresa e de seu presidente no cartel que fraudou licitações da Petrobras teria sido mal interpretada.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL