Porto de Cartagena é o mais eficiente da América Latina

By Luciana Guimaraes13 June 2022

O Banco Mundial e a unidade de inteligência de mercado da S&P Global apresentaram o relatório 2021 Container Port Performance Index (CPPI), onde o Porto de Cartagena, Colômbia, se destaca como o primeiro porto latino-americano em nível administrativo (posição 12) e abordagem estatística (posição 15).

O relatório avaliou 370 participantes em todo o mundo e coloca o Porto de Cartagena com um total de 152.950 pontos na abordagem administrativa e 61.901 na medição da abordagem estatística, uma pontuação com a qual supera outros portos reconhecidos mundialmente como os da Virgínia, Miami, Nova Iorque, Barcelona, Busan, entre outros.

Estas pontuações são as mais altas de todos os portos do continente medidos com este índice. Além disso, o relatório também os classifica por tamanho e, dentro dos portos classificados como de médio porte, Cartagena ocupa a quarta posição no mundo.

Segundo o Banco Mundial, a classificação se baseia no tempo em que os navios tiveram que permanecer no porto para completar cargas de trabalho durante 2021, um ano em que sofreram um tráfego sem precedentes e as cadeias de abastecimento em todo o mundo foram interrompidas.

Porto de Cartagena.

No ranking da América Latina e Caribe, após o Porto de Cartagena vem o Porto de Buenaventura (Colômbia, 20º lugar) e o porto chileno de Coronel, que aparece em 39º lugar no ranking.

Segue-se o porto de Imbituba (Brasil, 51º), depois o Porto de Balboa (Panamá, 60º), Porto de Posorja (Equador, 66º), Porto de Itapoa (Brasil, 72º), Porto de Colon (Panamá, 73º), Porto de Paita (Peru, 75º), fechando o top 10 do continente com o Porto de Altamira (México, 85º).

Os portos do Oriente Médio ocuparam quatro dos cinco primeiros lugares na segunda edição do CPPI.

No topo do ranking de 2021 está o Porto Rei Abdullah da Arábia Saudita, com concorrentes regionais, Porto Salalah de Omã, Porto Hamad do Qatar e Porto Khalifa de Abu Dhabi, completando os cinco primeiros. O porto islâmico de Jeddah, na Arábia Saudita, também ocupou um forte oitavo lugar no ranking geral.

O objetivo do índice e dos dados subjacentes é identificar lacunas e oportunidades de melhoria que poderiam beneficiar todos os principais interessados envolvidos no comércio global, incluindo governos, empresas de navegação, operadores portuários e de terminais, embarcadores, empresas de logística e consumidores.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Perspectivas econômicas e de construção para a América Central
Scott Hazelton, da IHS Markits, fornece uma análise profunda da situação atual nos países da América Central.
Escavadeiras: Novas energias
Grandes equipamentos estão procurando maneiras de se tornar mais eficientes, produtivas e com menor impacto sobre o meio ambiente.
Versatilidade de carga
Compactas ou enormes, estas máquinas estão ganhando terreno nos principais locais de terraplenagem ao redor do mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL