Pode faltar asfalto no Brasil

By Fausto Oliveira20 March 2014

road

road

A Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Asfalto veio a público informar que há risco de falta do insumo no Brasil este ano, no caso de que as prometidas obras de infraestrutura rodoviária se realizem.

A preocupação surge no momento em que o governo brasileiro começou o novo programa de concessões rodoviárias que acaba de outorgar milhares de quilômetros a três importantes rodovias à iniciativa privada, contra um compromisso de investimentos que, invariavelmente, consumirão mais asfalto.

Por isso, calcula-se que entre 2014 e 2015 a demanda pelo insumo cresça 8%, de acordo com a associação. Em 2013, a demanda por asfalto no país alcançou as 2,7 milhões de toneladas. Para esse ano, se espera uma demanda de cerca de 3,3 milhões de toneladas.

A produção de asfalto no Brasil é quase completamente fornecida pela Petrobras. No ano passado, nada menos que 98% da produção do insumo foi pela empresa.

A associação de distribuidores, apesar disso, adverte que as refinarias estão trabalhando no limite, e que por isso uma pequena parte do asfalto consumido já é importada. Além disso, a transferência do produto de uma região a outra do país pode ser uma solução para garantir o abastecimento, mas agrega custos.

O preço médio da tonelada de asfalto no Brasil está em cerca de R$ 1300, mas com o transporte a lugares mais longínquos pode chegar a R$ 2700.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Um ponto fora da curva…
O Brasil, na contramão de muitos países que se viram seriamente afetados pela crise sanitária mundial, se estabelece dia após dia como potência econômica no que tange a indústria e tal propensão se fortalece com o número de obras que se difundem por todo território nacional.
Energia do futuro
Como grupos geradores e sistemas de armazenamento baseados em bateria podem substituir a energia a diesel.
Construção centro-americana
A pandemia e economias fortemente dependentes tornam a recuperação desta região mais complexa.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL