Pedreira produz 20% mais com novos processos

By Fausto Oliveira07 July 2016

Embu Metso

Embu Metso

Uma das pedreiras da produtora nacional de agregados Embu viu sua produtividade aumentar em 20% após a instalação de processos de automação.

A capacidade da pedreira Itapeti, uma das empresas do grupo, está calculada em 400 toneladas por mês. Entre os materiais produzidos, que são mais de 20 diferentes tipos de agregados, estão vários tamanhos de brita e areia seca de brita.

O conceito que dá as bases para o aumento da produtividade é a automação dos processos, o que foi possível apenas com a adoção de tecnologias de um só fabricante em toda a planta. Neste caso, a Metso foi a provedora.

Assim, em 2013 a marca finlandesa montou na pedreira Itapeti uma nova linha completa de britagem, toda automatizada por sensores e outros mecanismos que reduzem as perdas de tempo e material.

Hoje, a planta funciona com um primeiro sinal para o caminhão, autorizando a descarga da rocha bruta no britador primário. Então, um britador de mandíbula C160 tem sua alimentação controlada automaticamente. Todo o transporte nas correias é controlado por sensores, e então a Metso montou duas estações de britagem de cone para a secundária e a terciária.

No final, silos de 60 toneladas armazenam os materiais. De acordo com os executivos da Embu, a granulometria e a cubicidade dos agregados aumentou muito com a instalação do sistema Metso. Além disso, se a linha anterior podia produzir 300 toneladas hora, hoje a automatização permite até 500 toneladas hora de produção.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Por que é essencial digitalizar o setor da construção mexicana?
Coluna de Luis Herrera, chefe de vendas para a América Latina e Espanha, Procore
A magnitude e fomento do conceito ESG e da sustentabilidade
O que antes era tendência, agora é realidade. Considerando os indicadores dos três pilares (meio ambiente, social e governança corporativa), e a inerente preocupação - devida – das empresas, não há como negar que estratégias ESG trazem diversos benefícios para a percepção de valor, real, das companhias.
Compactação: declives suaves
Características excepcionais para um embalador de rolos seguro e eficiente
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL