Parque Linear Metropolitano na Bolivia deve ficar pronto em 2025

Espaço fica em território de tamanho, complexidade e beleza natural imponentes.

A construção do Parque Linear Metropolitano é um dos objetivos do governo nacional para o Bicentenário, informou o Ministro de Obras Públicas, Edgar Montaño.

Nesse sentido, ele convidou empresas especializadas nessa área a apresentarem suas propostas para a supervisão técnica socioambiental das seções um e cinco do projeto.

Foto: Ministerio de Obras Públicas, Servicios y Vivienda

O Parque Linear Metropolitano La Paz - El Alto é uma proposta de inovação social baseada em um projeto sistêmico de 17,5 km, inscrito na geografia da Cordilheira dos Andes, com o objetivo de gerar um impacto positivo e diversificado na vida cotidiana dos habitantes de duas cidades vizinhas, 400 m acima do nível do mar entre as duas. Esse novo circuito de mobilidade oferece estratégias de mudança climática, resiliência, saneamento e sustentabilidade demográfica e social por meio de modos alternativos de uso da terra e planejamento da paisagem, possibilitando a conexão entre as cidades de La Paz e El Alto por meio de rotas para pedestres e ciclovias.

O projeto está sendo desenvolvido dentro da estrutura dos Programas e Iniciativas da Divisão de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Até 2025, queremos tornar esse parque uma realidade, porque ele terá, entre outras coisas, um corredor de varandas, um corredor floral, mirantes, portais de acesso urbano ao parque, um centro de interpretação, jardins urbanos e uma ponte de mirante do bairro”, disse ele.

Trata-se de uma licitação pública internacional na qual nosso governo nacional está alocando mais de Bs 3.800.000.

“Será uma importante atração turística, porque, além disso, daremos a La Paz e El Alto uma área verde para que possam respirar ar puro”, disse ele em uma coletiva de imprensa.

Características

A primeira seção está localizada na cidade de El Alto, no final da Linha Vermelha do teleférico, e continua ao longo da ferrovia até a quinta seção, na Estação Central da mesma Linha Vermelha, na cidade de La Paz.

No total, essas cinco seções terão um custo de construção de quase US$ 30.000.000 com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Entretanto, inicialmente, a etapa de supervisão contempla recursos do Tesouro Geral da Nação (TGN).

Entre outros planos para o parque estão: um sistema público de bicicletas e mountain bike, patinetes elétricos, turismo de aventura, como tirolesa, rapel, escalada, via ferrata e outros.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL