Os edifícios sustentáveis ​​geram até 30% em poupança de energia

Os edifícios sustentáveis ​​geram até 30% em poupança de energia e 40% na redução das emissões de gases com efeito de estufa.

A Torre Atrio, no centro de Bogotá, tornou-se um dos edifícios mais modernos e sustentáveis ​​da América Latina. O edifício possui certificação LEED Gold (Leadership in Energy and Environmental Design), sistema que reconhece as melhores práticas e estratégias de cuidado com o meio ambiente, desde o projeto e construção de edifícios sustentáveis.

“Os edifícios sustentáveis ​​são um investimento inteligente para as empresas que procuram melhorar a produtividade e o bem-estar dos seus funcionários e cumprir os seus objetivos de sustentabilidade. Podemos garantir que um edifício com estas características produz impactos significativos. Na Torre Norte do Atrio, por exemplo, economiza-se 15% em energia, 40% em água, 65% em água para irrigação, entre outros recursos”, afirma Tomás Huertas, gerente da Torre Norte do Atrio, uma construção dos escritórios mais importantes do país com certificação LEED Gold.

En Bogotá se encuentra la Torre Norte de Atrio, considerado uno de los edificios más sostenibles e innovadores en América Latina. Em Bogotá fica o Torre Norte de Atrio, considerado um dos edifícios mais sustentáveis ​​e inovadores da América Latina. (Foto: fornecida em comunicado à imprensa)

Outro aspecto inovador da Torre Atrio e de grande impacto para o desenvolvimento de Bogotá é o espaço aberto ao público. Dos 16 mil metros quadrados que compõem a superfície, 10 mil podem ser percorridos por pessoas que transitam diariamente pelo setor, gerando maior mobilidade e conectividade entre o norte e o sul da cidade.

Edifícios sustentáveis ​​que façam uma utilização eficiente dos recursos (energia, água, materiais) ao longo do seu ciclo de vida, contribuam para a mitigação e adaptação às alterações climáticas, gerem maior valor para os seus proprietários e, acima de tudo, tenham um efeito positivo na saúde das pessoas, bem -ser e felicidade.

Melhorar os resultados financeiros

Os benefícios dos edifícios sustentáveis ​​também se traduzem numa maior rentabilidade para as empresas. A economia nos custos de energia e água, a melhoria da produtividade e o aumento do valor dos ativos imobiliários contribuem para a redução de custos e o aumento das receitas.

Há 12% mais rentabilidade para empresas em edifícios LEED em comparação com aquelas que trabalham em edifícios convencionais, de acordo com um estudo da McKinsey & Company. Além disso, a IFC (International Finance Corporation) constatou que economiza até 30% em custos operacionais e aumenta em 10% o valor de mercado desse tipo de edifício. Isto se traduz em melhor desempenho financeiro para as empresas que ocupam ou investem nestes edifícios.

Há 12% mais rentabilidade para empresas em edifícios LEED em comparação com aquelas que trabalham em edifícios convencionais, de acordo com um estudo da McKinsey & Company.

Salvando

Os edifícios com certificação LEED normalmente têm um consumo significativamente menor de energia e água do que os edifícios convencionais. Isto porque incorporam uma série de estratégias de eficiência energética e utilização da água, como iluminação LED, ventilação natural e gestão de resíduos, reduzindo as emissões de gases com efeito de estufa em até 40%, indica um relatório das Nações Unidas intitulado The 2020 global status Report. para Edificação e Construção.

De acordo com um estudo dos E.U.A. Green Building Council, edifícios sustentáveis ​​com certificação LEED podem economizar até 30% em energia, 20% em água e 15% em materiais. Isso se traduz em economias significativas para as empresas operacionais.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL