Nova casa da construção

By Fausto Oliveira18 October 2016

La constructora Fonseca & Mercadante amplió y dio nueva cara al centro São Paulo Expo, en Brasil

La constructora Fonseca & Mercadante amplió y dio nueva cara al centro São Paulo Expo, en Brasil

Os que participam das feiras de construção no Brasil sabem que o centro de exposições Imigrantes, em São Paulo, sempre foi a sede dos grandes eventos do setor. Recentemente, o centro de eventos passou por uma completa transformação, que foi conduzida pela construtora brasileira Fonseca & Mercadante. Agora inauguradas e em funcionamento, as novas instalações têm também um novo nome: São Paulo Expo, a nova casa da construção no país.

A história deste contrato começou com a contratação da Fonseca & Mercadante para construir o novo edifício garagem ao lado do antigo centro Imigrantes. Este projeto previa a edificação de um estacionamento vertical para cerca de 4,5 mil carros, numa área aproximada de 100 mil m2.

Nesse ínterim, a concessionária do centro de exposições, a multinacional francesa GL Events, abriu uma convocatória para ampliação e remodelação do próprio centro de eventos. A Fonseca & Mercadante, que já havia dado provas de sua capacidade operacional na obra do edifício garagem, também ganhou este contrato.

O principal desafio foi o prazo. Dez meses para o edifício garagem (entre fevereiro e novembro de 2015), e dez meses para o centro de exposições (entre julho de 2015 e abril de 2016). Ao todo, a empresa interveio em um espaço de 166 mil m2 em 15 meses, com um custo total próximo aos R$ 350 milhões. Nos momentos de maior atividade, a obra chegou a ter 800 trabalhadores simultaneamente. A construtora finalmente entregou ambas as estruturas no dia 26 de abril, oportunidade em que se inauguraram os novos edifícios dentro do prazo estabelecido. O cumprimento do prazo exigiu da Fonseca & Mercadante uma gestão muito próxima da obra, além de escolhas corretas na provisão de equipamentos e insumos. A totalidade dos equipamentos foi por locação, proveniente de empresas como Mills, RentalFort e MASRental. Além disso, as estruturas são todas de concreto pré-moldado.

Tecnicamente, o novo São Paulo Expo demandou dos engenheiros da Fonseca & Mercadante a demolição de parte do centro antigo e a construção desde o zero de uma nova estrutura, projetada com uma altura de entre 10 e 14 metros, e com intervalos de 72m x 54m entre os pilares. Os enormes espaços vazios na estrutura exigiram o uso de cobertura metálicas muito vigorosas para dar sustentação ao sistema. Por estes espaços, passarão equipamentos de grande porte, como guindastes e caminhões articulados.

Confiança

Esta obra tem uma história de bastidores que revela como a confiança e os valores pessoais influem nos negócios.

Enquanto se construía o edifício garagem, a GL Events convocou a obra de ampliação do centro de exposições. E a Fonseca & Mercadante postulou. De acordo com o diretor operacional da construtora, Marcos Vicelli, “foi nosso bom trabalho no estacionamento que nos abriu as portas do contrato do centro de eventos”.

“A negociação final aconteceu em Lyon, na França, com o presidente mundial da GL Events, o empresário francês Olivier Ginon. Ele nos disse que confiava em nós, e nos informou que o prazo de abril tinha que ser cumprido de qualquer maneira porque para pouco depois já havia uma feira agendada e comercializada para o São Paulo Expo. Ele disse que essa era a coisa mais importante para ele no mundo naquele momento, e prometeu vir ao Brasil mensalmente para acompanhar de perto”, conta Vicelli.

Ele prossegue contando que, no dia seguinte, ao voltar ao Brasil, já começou a dar novas ordens à equipe. “Na volta da viagem, incrementamos posições na obra, rapidamente pusemos os primeiros pilares e armamos a estrutura metálica. Ficamos muito ajustados ao cronograma, e isso trouxe mais confiança ao senhor Ginon em suas visitas periódicas”, conta ele.

Outra providência da empreiteira foi a gestão de provedores. “O provimento dos produtos mais sensíveis, como as fachadas, nós preferimos contratar dois fornecedores, para mitigar riscos de prazo e qualidade. Finalmente, quando já estávamos perto da conclusão, eu estive pessoalmente na obra por bastante tempo”, diz Vicelli.

De acordo com o diretor operacional e um dos quatro sócios da construtora fundada em 1994, e que hoje em dia tem faturamento anual de cerca de R$ 400 milhões, o cuidado quase pessoal dos detalhes das obras é uma característica empresarial da Fonseca & Mercadante.

“Nós administramos simultaneamente entre seis e dez contratos, não mais que isso, porque queremos estar perto dos clientes. Não existe um contrato em mãos de um executivo nosso que não seja acompanhado em cada etapa. Nós não queremos ser uma das maiores construtoras do Brasil, mas sim queremos muito estar entre as melhores em termos e atendimento ao cliente e realização do serviço”, afirma o executivo.

A reputação positiva seguramente tem relação com sua contratação por vários grandes clientes comerciais e industriais do Brasil, tais como AmBev, Carrefour, Grupo Pão de Açúcar, IBM, Gerdau, Mercedez Benz e outras.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Calac+: Reduzindo as emissões
A Cooperação Suíça está comprometida com a redução das emissões poluentes na América Latina.
Foco Chile: Investimento austral
Não é de surpreender que os projetos de mineração continuem a ser um dos principais impulsionadores da carteira de planos de infraestrutura do Chile.
Guindastes e equipamentos Cruz del Sur: Elevação Regional
A Cranes y Equipos Cruz del Sur vem ampliando sua presença na América do Sul e hoje tem uma presença significativa no Chile, Colômbia e Peru.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL