No aniversário da Bolívia, Morales comenta projetos

06 August 2014

Por ocasião do 189º aniversário da Bolívia, o presidente Evo Morales fez um discurso ao país no qual repassou vários temas nacionais. Entre eles, alguns dos projetos de investimento em infraestrutura sonhados pelos bolivianos.

Morales afirmou que o tão aguardado projeto de uma ferrovia que uniria as costas do Brasil e do Peru passando por território boliviano encontra dificuldades. “Está difícil avançar”, disse o mandatário a respeito da iniciativa. Para compensar a dificuldade, o presidente disse que pretende enviar seu ministro de desenvolvimento à China, para tentar abrir negociações com o governo asiático com o objetivo de obter financiamento para a ferrovia bioceânica.

A Bolívia já tem um crédito do Banco Interamericano do Desenvolvimento com o valor de US$ 6,8 milhões para financiar estudos preliminares com vistas a esse projeto ferroviário.

O presidente também fez referência à perda de financiamento brasileiro para dois projetos de construção rodoviária. “Lamento muito dizer isso. Mas seria um covarde em não dizer a verdade”, disse ele ao comentar os projetos San Ignacio de Moxos-Villa Tunari, que previa a construção de 306 quilômetros de vias com três quilômetros de pontes, e Riberalta-Rurrenabaque, que teria 510 quilômetros conectados às fronteiras bolivianas com o Brasil e com o Chile, de maneira a facilitar o acesso ao mar.

Os contratos com empresas do Brasil, que estavam respaldados por entidades financeiras do país, ficaram sem efeito depois de protestos indígenas numa reserva nacional contra um dos projetos. O Brasil havia comprometido US$ 230 milhões para o projeto Riberalta-Rurrenabaque, e US$ 332 milhões para a rodovia San Ignacio de Moxos-Villa Tunari, que chegou a ter licitação vencida pela construtora OAS.

Investimentos crescentes

Nos últimos anos a Bolívia vem se destacando pelos muitos investimentos em infraestrutura. São exemplo disso as rodovias licitadas ou construídas por obra pública mediante a Administradora Boliviana de Rodovias (ABC pela sigla em espanhol). A entidade recentemente divulgou que 16 projetos rodoviários estão em algum estágio de construção, somando um investimento de US$ 1,85 bilhão.

Além dos projetos rodoviários, o governo boliviano comprometeu recursos públicos com vários projetos, tais como a ampliação do serviço de teleférico de La Paz e a construção de usinas hidroelétricas como a de Miguillas.

Como resultado do crescente investimento público e privado em infraestrutura, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) divulgou sua previsão de crescimento para o país em 2014, calculada em 5,5%. Se isso realmente acontecer, de acordo com a Cepal será a maior expansão anual da América do Sul junto ao Peru.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL