Movimento de rotor

By Cristián Peters26 January 2016

La compañía de transporte especializado, Transdata, completa el traslado de uno de los rotores más g

La compañía de transporte especializado, Transdata, completa el traslado de uno de los rotores más grandes del mundo para la nueva hidroeléctrica Belo Monte

A transportadora Trandata teve que montar uma megaoperação para transportar o primeiro dos quatro rotores que serão entregues na Central Hidroelétrica de Belo Monte. O equipamento, fabricado pela Andritz Hydro, e cuja função é transformar o movimento da água em energia, é um dos maiores rotores fabricados no mundo. Pesa 316 toneladas, mede quase 9 metros de comprimento e 5 metros de altura.

A peça foi transportada desde Araraquara, em São Paulo, até o porto de Santos, cobrindo uma distância de 530 quilômetros. No porto, o rotor será enviado à bacia do rio Xingu no projeto hidroelétrico de Belo Monte.

Para passar pelo estado de São Paulo, o transporte foi sempre feito à noite, entre as 23h e as 04h, para minimizar os impactos sobre o trânsito, já que a velocidade na rodovia ficou limitada a 20 quilômetros por hora. O transporte foi realizado com três cavalos mecânicos Volvo FH 16 750, de 750 CV, dois conjuntos de 18 linhas de eixos e uma viga transportadora especialmente adaptada. Ao todo, o transporte mediu 108 metros de comprimento, 8,8 metros de largura e pesou 675 toneladas.

O projeto envolveu 60 profissionais para sincronizar os movimentos na rota entre Araraquara e o porto de Santos. De acordo com a regulação da operação de transporte, foi feito um planejamento que incluiu inspeção física da rota e soluções de engenharia para superar os desafios, incluindo obras civis, adaptações elétricas e reforço de pontes.

O transporte do rotor começou em 4 de outubro e foi finalizado em 5 de novembro. Os 30 dias de operação foram considerados uma vitória para a companhia, posto que incialmente foram considerados 90 dias para finalizar o processo.

A central

A central hidroelétrica de Belo Monte envolve custos aproximados de US$11,2 bilhões e está sendo construída no rio Xingu, no Pará. O projeto começou em março de 2011 e se espera que esteja finalizado em um prazo de oito anos, convertendo-se na quarta maior usina hidroelétrica do mundo. Composta por 18 turbinas de 611,11 MW e seis turbinas de 39,9 MW, terá uma capacidade de geração de aproximadamente 11.230 MW, 11% da capacidade energética instalada no país, provendo eletricidade a aproximadamente 60 milhões de pessoas.

A Belo Monte é um projeto desenvolvido pelo Consorcio Norte Energia S.A., formado pelas empresas Eletrobras (15,00%), Chesf (15,00%), Eletronorte (19,98%), Petros (10,00%), Funcef (5,00%) Caixa FIP Cevix (5,00%), Neoenergia S.A. (10,00%), Amazônia, comporta pela Cemig e pela Light (9,77%), Vale (9,00%) Sinobras (1,00%) e J.Malucelli Energia (0,25%).

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Por que é essencial digitalizar o setor da construção mexicana?
Coluna de Luis Herrera, chefe de vendas para a América Latina e Espanha, Procore
A magnitude e fomento do conceito ESG e da sustentabilidade
O que antes era tendência, agora é realidade. Considerando os indicadores dos três pilares (meio ambiente, social e governança corporativa), e a inerente preocupação - devida – das empresas, não há como negar que estratégias ESG trazem diversos benefícios para a percepção de valor, real, das companhias.
Compactação: declives suaves
Características excepcionais para um embalador de rolos seguro e eficiente
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL