México assentasse em três pilares

By Gabriel Lira05 April 2021

Dos Bocas

A pandemia covid-19 atingiu duramente todas as economias mundiais. No entanto, o México, apesar de sua tendência negativa no setor de construção, tem algumas obras importantes que conseguiram diminuir os efeitos econômicos e produtivos do vírus. Em particular, são a refinaria Dos Bocas, o aeroporto Felipe Ángeles e o Trem Maia.

A este respeito, a Pesquisa Nacional das Empresas de Construção do Instituto Nacional de Estatística e Geografia (Inegi) revelou que a construção e os projetos de obras públicas recuaram um 10,3% em Janeiro último, acumulando assim 30 meses de quedas ano a ano.

No entanto, apesar desses números, há aumentos particulares. Primeiro, 37,2% ao ano no valor das obras de refinarias e plataformas de petróleo, também contabilizadas em Janeiro; onde também houve um aumento de 68,2% nas obras aeroportuárias e um surpreendente 289,6% no valor das obras ferroviárias. Talvez fosse de se esperar, todos os três projetos são ambiciosos.

É mais. Os três itens em Janeiro já tiveram pelo menos quatro meses de aumentos ano a ano, portanto seu peso específico os tem da mesma forma bem aspectados em termos de construção de obras públicas. Ao mesmo tempo, as obras rodoviárias também contribuem apenas para que suas contribuições não se concentrem em um único projeto, como os já citados anteriormente.

Embora haja outros aumentos nas obras, estes contrastam com uma redução anual de 74,9% na montagem de estruturas, 69,6% nas obras de oleoduto ou gasoduto, 67% nas obras de geração e distribuição de energia e mais de 80% nas obras marítimas e fluviais.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Dicas para maior eficiência de equipamentos
Quatro dicas testadas ao longo do tempo para aumentar o tempo de atividade
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL