Mexicana ICA registra novo prejuízo

30 November 2016

ICA

ICA

A maior construtora do México, a Ingenieros Civiles Asociados (ICA), que vive uma intensa crise, gerou no terceiro trimestre do ano um prejuízo de US$ 256 milhões. A perda do 3T16 foi o dobro do que a registrada no mesmo período do ano passado, devido às perdas cambiais do peso mexicano, queda em seu faturamento e a terminação de projetos.

A ICA se viu afetada, por exemplo, pela conclusão de projetos no estrangeiro, como a venda da subsidiária Facchina nos Estados Unidos, que havia comprado em 2014. A depreciação do peso mexicano aumentou a dívida da empresa. Além disso, a construtora não conseguiu vencer uma licitação considerada determinante, que era a das pistas dois e três do novo aeroporto da Cidade do México, em consórcio com a portuguesa Mota-Engil, em agosto. Apenas uma obra de lajes do terminal de passageiros do novo aeroporto foi o que a construtora conseguiu neste projeto, entre todas as licitações já feitas.

“Atualmente, a empresa foca seus esforços em consolidar sua reestruturação operacional, e em assegurar a continuidade do negócio no longo prazo para que se mantenha em posição de definir um plano de reestruturação financeira”, indicou a ICA no seu informe de resultados.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL