Mercado de máquinas caiu menos que o esperado na Alemanha

By Cristián Peters Quiroga08 March 2021

A venda de máquinas de construção na Alemanha caiu 17% em 2020, em comparação com o ano anterior, de acordo com a associação de equipamentos e engenharia do país, a VDMA.

VDMA logo

A associação disse que as vendas totalizaram € 10,5 bilhões, comparável ao volume de vendas realizado em 2017, e consideravelmente melhor do que se temia. “De fato, nos saímos bem. Se alguém tivesse previsto no começo da pandemia que a diminuição da rotação seria apenas moderada, não teríamos acreditado”, afirmou Franz-Josef Paus, presidente da organização.

Os números foram publicados na reunião anual da VDMA, onde informou-se que as vendas de equipamentos de construção compactos na Alemanha foram afetadas minimamente pela pandemia, com redução de apenas 3%. Isto se compara com uma queda de 18% na venda de maquinário de maior tamanho.

A associação afirmou que no quarto trimestre de 2020 e no primeiro trimestre de 2021 foi observada uma maior demanda por equipamentos.

Embora a VDMA tenha expressado otimismo com a alta da confiança empresarial que se mantém desde o final de 2018, e também em função dos pacotes de estímulo que o governo da Alemanha tem lançado, a associação vislumbra incertezas relacionadas ao maior custo de matéria prima e flutuações nos processos de trabalho.

More Articles from Construção Latino Americana
Vendas da Volvo CE crescem no primeiro trimestre
Nos três primeiros meses de 2021, as vendas líquidas da Volvo CE aumentaram 23%
Nova escavadeira Liebherr R 928 G8
Nova adição à família da geração 8
Enel Green Power cancela contrato com Tozzi Latam
Da empresa de energia querem continuar o trabalho mantendo o pessoal atual para dar continuidade às obras.