Mais um país proíbe licitações à Odebrecht

By Fausto Oliveira04 January 2017

Depois que nos últimos dias a construtora Odebrecht ficou proibida de contratar no Peru e no Panamá, agora foi o Equador que anunciou medida semelhante. A diferença é que naquele país a medida é preventiva e deverá valer ao menos até quando as investigações nacionais se concluam.

A empresa é acusada de ter pago propinas pelo valor aproximado de US$ 33,5 milhões entre os anos de 2007 e 2016, em troca de vitórias garantidas em licitações públicas que lhe teriam rendido cerca de US$ 116 milhões no período.

Entre outras obras, a Odebrecht participa da construção da linha de metrô de Quito, em consórcio com a espanhola Acciona. Só o valor total do contrato do metrô – US$ 1,5 bilhão – superaria em muito o arrecadado com as práticas ilegais, segundo as investigações.

A proibição sucessiva de participar em licitações em diferentes países latino-americanos é o resultado colhido pela Odebrecht depois que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu os documentos de sua investigação. As autoridades norte-americanas afirmam que a empresa brasileira está envolvida em corrupção em 12 países.

Segundo informações da imprensa, a Odebrecht teria uma expectativa de fazer acordos de colaboração com cada governo antes que se dessem a conhecer os atos de corrupção em cada país. Ao que parece, o Departamento de Justiça dos EUA atropelou este plano.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
Por que a medição de tráfego é importante?
Como o fornecedor de infra-estrutura Caltrans leva o monitoramento de tráfego para o próximo nível com as Estatísticas KiTraffic da Kistler
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL